segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Biografia de Ctesíbio


Clepsidra (relógio de água).
(Imagem: Marsyas).
Ctesíbio ou Ktesíbios, (em grego: Κτησίβιος), foi um matemático e engenheiro grego que viveu cerca de 285-222 a.C. em Alexandria. Foi o primeiro engenheiro da história que inventou uma série de aparelhos. Pelo seu trabalho sobre a elasticidade do ar, Ctesíbio é chamado de o “Pai da Pneumática”, isto é, o emprego do ar comprimido como meio auxiliar de trabalho. Ctesíbio é considerado o fundador da escola de matemática e engenharia de Alexandria onde era provavelmente também o primeiro diretor do Museu de Alexandria. Sabe-se muito pouco sobre a vida de Ctesíbio, apenas que era filho de um barbeiro em Aspondia, subúrbio de Alexandria. Na barbaria do pai ele já terminou construir um sistema de espelhos com ajuste pneumático.


Biografia

Órgão hidráulico de Ctesíbio.
Suas contribuições para a investigação dos fenômenos naturais, assim como da geometria, apenas são inferiores as de Arquimedes. Escreveu o primeiro tratado científico sobre o ar comprimido, utilizando para a sua elaboração, bombas pneumáticas e também canhões. Estas investigações, juntamente com os estudos da elasticidade do ar Pneumático, lhe renderam a fama de ser o “pai da pneumática”. Nenhum dos seus escritos sobreviveram, incluindo a sua “Memorabilia”. A compilação dos seus trabalhos foram recolhidas integramente por Ateneo de Náucratis, que o menciona na sua obra, o já conhecido Filão de Bizâncio (um dos seus discípulos) e por Vitrúvio (Marcos Vitrúvio Polião). Ctesibio foi, provavelmente, um dos principais líderes do Museu de Alexandria na época de Ptolomeu I Sóter e do seu sucessor Ptolomeu II Filadelfo (início da Dinastia Ptolomaica). Sabe-se muito pouco sobre a sua vida e obra. Diz-se, (possivelmente, Diógenes Laércio) que Ctesíbio fora o primeiro na antiguidade a oferecer os serviços de cabeleireiro. Durante este período da sua vida como um barbeiro, inventou um espelho ajustável mediante uma alavanca de contrapeso. Suas outras invenções são da hidráulica: um órgão aquático (hydraulis), considerado como o precursor do instrumento musical moderno, e um relógio de água denominado clepsidra. A clepsidra tinha maior precisão do que qualquer relógio inventado até que o físico holandês Christiaan Huygens empregou um pêndulo para regular o maquinário do relógio (século XVII). O princípio do sifão é lhe atribuído. Os últimos cientistas da antiguidade que mencionaram a sua obra foram Proclo Lício (que comentou algumas obras de Euclides) no século V, e, Heron de Alexandria. As obras de Ctesíbio (Sobre Pneumáticos, Memorabilia) existem apenas em forma de citações secundárias por outros autores, como de Vitruvius, Athenaeus, Philo de Byzantium, Proclus e Hero de Byzantium. Os mais importantes aparelhos construídos por Ctesíbio são:


Bomba de incêndios

A invenção mais importante de Ktesíbios é a combinação entre uma bomba aspirante e uma de pressão, usado mais tarde pelos bombeiros romanos, com uma mangueira conectada, para combater grandes Focos.

Órgão hidráulico

Órgão provido de um teclado manual e tubos sonoros. Como no caso da bomba de pressão, usou-se o peso da água para comprimir o ar para a criação dos diversos sons. Mais tarde esta invenção foi utilizada, pelos romanos.

Catapulta de molas

Catapulta onde se pressionava o que se ia lançar nas molas forçando um impulso.

Referências


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.