sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Biografia de Otto Lilienthal


Otto Lilienthal (c. 1896).
Otto Lilienthal. (Karl Wilhelm Otto Lilienthal). Nasceu em Anklam, Pomerânia, a 23 de Maio de 1848, e, faleceu em Berlim, a 10 de Agosto de 1896, conhecido como o "Pai do voo planado", foi um dos pioneiros da história da aviação. Ele é creditado como o primeiro homem a manejar repetidas vezes um aparelho mais pesado que o ar na atmosfera. Lilienthal foi casado com Agnes Ficher (1878) e teve quatro filhos: Friedrich, Anna, Fritz e Frida. Engenheiro industrial e aeronáutico alemão, foi um dos pioneiros no estudo do voo, depois de uma abordagem experimental estabelecida por George Cayley. As fotografias nas quais aparece no ar foram publicadas internacionalmente e influenciaram a opinião pública e científica sobre a possibilidade de que uma máquina voadora fosse uma realidade plausível depois de um tempo de fantasia ociosa e pouco desenvolvimento científico. Inventar um avião não é nada, construir um já é algo, e voar ... é tudo!” Experimentou, muitas vezes, acompanhado pela sua noiva e seu irmão Gustav, com planadores que evolucionavam de acordo com os movimentos do corpo do piloto e que fazia voar lançando-se de uma colina campestre que ele construiu próximo de Berlim e também das colinas naturais, especialmente na região de Rhinower Berge (colinas de Rhinow). Seus primeiros desenhos foram planadores monoplanos, desenhando e construindo mais tarde naves com outras configurações, como biplanos, naves com asas em tandem, com asas batentes e com asas dobráveis. Lilienthal fez investigações básicas na descrição exata do voo de pássaros, especialmente de cegonhas, e usou
Otto Lilienthal, uma das primeiras pessoas a planar em um aparelho mais pesado que o ar.
diagramas polares para descrever a aerodinâmica de suas asas. Ele ajudou a provar que o voo mais pesado que o ar era prático sem as asas de agitação, lançando as bases para que os irmãos Wright construíssem com êxito alguns anos depois o primeiro avião accionado. Fruto de seus estudos e seus mais de dois mil voos, realizou várias publicações, sendo a mais conhecida a obra denominada O Voo dos Pássaros como Base para a Aviação, publicada em 1889 e traduzida para o inglês em 1911. Além de dedicar sua vida à investigação sobre o voo, Lilienthal também foi inventor, idealizando um pequeno motor que funcionou em um sistema de caldeiras tubulares. Seu motor era mais seguro do que os outros motores da época. Este invento lhe deu a liberdade financeira para deixar o seu trabalho e centrar-se apenas na aviação. Seu irmão Gustav estava vivendo na Austrália nesse momento, e Otto não participou em nenhum experimento de aviação até o retorno de seu irmão em 1886. Lilienthal fundou uma companhia de caldeiras e máquinas a vapor e obteve vinte e cinco patentes, uma delas para uma máquina usada na mineração e quatro relacionadas com a aeronáutica. Lilienthal sofreu um grande número de colisões em seus experimentos, embora seu planador apenas podia alcançar velocidades e altitudes baixas. (1).



Galeria de fotos
Lilienthal saltando em Derwitz, 1891.

O último voo, 1896.

Busto de Otto Lilienthal em Berlin-Lichterfelde, Alemanha. (Imagem:
OTFW, Berlin).

Voo próximo de Berlim, 1895. (Imagem:
Richard Neuhauss (assumed).


Otto Lilienthal Museum, Anklam, Alemanha. (Imagem: Dreizung).

A cerimônia de inauguração do novo monumento em Berlim. Gustavo (esquerda) e Paul Baylich, Agosto de 1932. (Imagem: Bild 102-13741).

Lilienthal monumento em Berlim-Steglitz. (Imagem: fotografiert 4.9.04 von EnstA (E. Schütte).


Otto Lilienthal era apaixonado desde a infância pela aviação: por volta de 1860, ele ensaiava de noite, com o seu irmão, grandes planadores rudimentares,
Monumento em homenagem a Otto Lilienthal (Imagem: OTFW, Berlin).
depois, máquinas de asas batentes. Tornando-se um engenheiro, ele publicou em 1889 uma importante obra sobre o voo dos pássaros, considerada base da aviação, e dois anos mais tarde, ele construía seu primeiro planador. Ele também foi um dos primeiros a demonstrar a importância da curvatura da asa. Lilienthal realizou cerca de dois mil voos planados entre 1891 e 1896, atingindo em alguns cerca de 350 metros de distância. Várias vezes, ele conseguiu subir mais alto que o seu ponto de partida e efetuar viragens. Seus ensaios tiveram lugar em Bremen, Steglitz, Lichterfelde, e depois em Rhinow. Também tentou criar uma máquina mais pesada do que o ar, usando um motor de ácido carbônico. Em 9 de Agosto de 1896, durante um voo, ele estolou, caindo de uma altura de 17 metros, e quebrando sua espinha dorsal. Ele morreu no dia seguinte. Suas últimas palavras foram: “Opfer müssen gebracht werden”. (Sacrifícios precisam ser feitos). Lilienthal foi o primeiro homem que foi fotografado em voo: esta foi uma das bases da influência que ele exerceu sobre todos os pesquisadores do seu tempo e depois, porque ele assim inspirou aos hesitantes a confiança no futuro da aviação. Seus projetos contribuíram para o desenvolvimento da asa delta. (2)

Referências

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.