sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Biografia de Lee De Forest


Lee De Forest
Lee De Forest. Nasceu em Council Bluffs, a 26 de Agosto de 1873, e, faleceu em Hollywood, a 30 de Junho de 1961. Lee De Forest foi um físico e inventor estadunidense. Forest foi um físico que pesquisou componentes e aparelhos dedicados para a gravação e reprodução de sons, assim como instrumentos de aplicação nos campos da eletromedicina e da telefonia. Desenvolveu centelhadores com circuitos sintonizados que seriam futuramente utilizados em bisturis eletrônicos, embora este feito não lhe seja atribuído oficialmente. Sua vida acadêmica no campo da física iniciou em 1893 quando entrou na Universidade de Yale, doutorando-se em física em 1899. Trabalhou em pesquisas sobre eletricidade e propagação de ondas eletromagnéticas. Compôs uma tese sobre reflexão de ondas hertzianas. Este trabalho teórico, é considerado um dos primeiros reconhecidos que tratam sistematicamente sobre o fenômeno da radiotransmissão e radio-recepção. Em 1907, De Forest patenteou a válvula tríodo e desenvolveu um detector eletrolítico para ondas de rádio. No mesmo ano transmitiu programas musicais experimentalmente para a cidade de Nova York, sendo uma das primeiras transmissões comerciais conhecidas, e reconhecidamente com audiência, embora acadêmica. Em 1908 transmitiu sinais radiofônicos do alto da torre Eiffel, em Paris; esta transmissão experimental foi captada pelos postos militares da região, comprovando desta forma a possibilidade do rádio para fins bélicos.



Tríodo



Válvula termiônica (Triodo). (Imagem: Gregory F. Maxwell).
Tríodos ou triodo, conhecido como válvula eletrônica de três elementos inventado em 1908 por Lee de Forest.



Construção



O triodo mecanicamente é um diodo termiônico com um elemento a mais, isto é, uma grade de controle, acrescentada entre o cátodo e o ânodo cuja função principal é controlar a corrente da placa (ânodo); é o dispositivo utilizado para a amplificação de sinais entre outras. A construção da grade é de forma elíptica, perpendicular à secção do cátodo, ao centro.



Função da grade de controle



A função principal da grade ou grelha de controle é controlar a passagem de um fluxo de elétrons, corrente entre o cátodo e o ânodo ou placa, como o próprio nome já diz, a grade é construída com fios em forma de grade para facilitar a passagem de corrente anódica, porém conforme sua polarização e proximidade do cátodo pode bloquear totalmente a passagem de corrente entre cátodo e placa.



Corrente anódica



Um receptor construído pelo inventor do tubo de vácuo audion, Lee De Forest, por volta de 1914.
A corrente anódica num diodo, depende da tensão aplicada à placa e da temperatura do cátodo, no caso do triodo, a dependência de tensão é entre grade-cátodo, isto é, por menor que seja a variação de tensão na grade, produzirá uma variação muito grande na corrente de placa, portanto, amplificação.




Controle



O controle efetivo que exerce a grade sobre a corrente de placa, se deve à sua proximidade ao cátodo e à sua disposição em uma região de grande concentração de carga negativa, podendo levar o dispositivo ao corte, e à saturação, ou a correntes intermediárias entre estas duas situações.

Referências


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.