sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Biografia de George Cayley


George Cayley
George Cayley. (6º Baronete). Nasceu em 27 de Dezembro de 1777, e, faleceu em 15 de Dezembro de 1857. Cayley foi um engenheiro inglês, pioneiro da aeronáutica. Fez parte do partido Whig, e membro do parlamento, como deputado pelo distrito de Scarborough, North Yorkshire, de 1832 a 1835. Foi um dos fundadores do Instituto Real Politécnico (atualmente Universidade de Westminster, e durante vários anos seu diretor. Foi membro fundador da Associação Britânica para o Desenvolvimento da Ciência, e primo distante do matemático Arthur Cayley.


Biografia

Planador de George Cayley, 1852.
George Cayley herdou a casa e os terrenos de Brompton-by-Sawdon, do seu pai, o 5º Baronete. Influenciado pelo espírito otimista, e empreendedor, da sua época, Cayley concebeu vários projetos, desde barcos salva-vidas, rodas de aros utilizados em bicicletas, lagarta, cinto de segurança, um protótipo de motor a explosão entre outros. Dos seus trabalhos, ainda se destacam contribuições nas áreas da eletricidade, balística, óptica, motor de aquecimento e próteses. O seu trabalho mais conhecido são os aparelhos voadores, nomeadamente o planador. Os desenhos, descobertos em 2007 na Biblioteca da Sociedade de Aeronáutica Real, em Londres, mostram que, já na época em que Cayley frequentava a escola, se dedicava às teoria do voo. Por volta de 1804, os modelos dos seus planadores eram semelhantes a uma aeronave moderna, apresentando já um par de longas asas, como as utilizadas em monoplanos, um estabilizador horizontal na parte de trás, e um leme vertical. Em meados do séc. XIX, Cayley desenvolveu um triplano, em que um rapaz teria voado. Mais tarde, com a ajuda do seu neto George John Cayley, e do seu engenheiro Thomas Vick, desenvolve um planador em escala real, que sobrevoa a região de Brompton Dale, em 1853. Uma réplica deste aparelho foi utilizada, em 1974, em Brompton Dale, e na década de 80, por Derek Piggot. Outra réplica foi utilizada em 2003, por Allan McWhirter, e Richard Branson. Devido às suas contribuições para o mundo da aviação, uma das salas da Universidade de Loughborough tem o seu nome. Em 1826, Cayley patenteou uma rastro mecânico (lagarta) ao qual chamou "ferrovia universal".

Uma réplica do planador de George Cayley no Yorkshire Air Museum. (Imagem:
Nigel Coates).
 

Cinto de segurança

Use sempre o cinto de segurança! 
(Imagem: PMcM, Liftarn).
Os cintos de segurança foram inventados por George Cayley, no início do século 19, apesar de Edward J. Claghorn de Nova York, ter obtido a primeira patente (Patente dos EUA 312.085, 10 de Fevereiro de 1885 para um cinto de segurança).







Lagarta (rastro mecânico)

Lagarta de uma máquina Caterpillar. 
(Imagem: JMiall).
Em 1770, o inventor anglo-irlandês Richard Lovelle Edgeworth desenvolveu um primitivo rastro mecânico. O matemático e inventor franco-polaco Josef Hoëné-Wronski fez reviver a idéia do rastro na década de 1830. Em 1826, o engenheiro britânico George Cayley patenteou um rasto mecânico ao qual chamou "ferrovia universal". Em 1837, o inventor russo Dmitri Zagriazhski projetou uma "carruagem com rastros móveis", que patenteou no mesmo ano, mas, devido a falta de recursos, foi incapaz de construir um protótipo funcional, sendo a sua patente cancelada em 1839. Em 1846, o engenheiro britânico James Boydell patenteou uma "roda ferroviária sem fim". Há notícias do uso de tratores a vapor usando uma espécie de rastros mecânicos pelos aliados durante a Guerra da Criméia na década de 1850.

Referências



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.