domingo, 11 de agosto de 2013

Biografia de Edwin Thomas Booth


Edwin Booth c. 1870 como Hamlet: "Ser ou não ser, eis a questão".
Edwin Thomas Booth. Nasceu próximo a Bel Air, Maryland, a 13 de Novembro de 1833, e, faleceu em Nova York, a 7 de Junho de 1893, aos 59 anos de idade. Edwin foi um famoso ator americano do século XIX. Como ator, Booth excursionou por toda a América e para as principais capitais da Europa encenando Shakespeare. Alguns críticos o consideram o melhor ator que viveu o personagem Príncipe Hamlet nos teatros do século XIX. Nascido numa família de atores, cujo irmão era John Wilkes Booth – o assassino do presidente Abraham Lincoln – Booth fundou em 1869 o Booth's Theater em Nova Iorque, um prédio bastante moderno para seu tempo.


Família

Edwin Booth
Booth era filho de outro ator famoso: Junius Brutus Booth, um inglês, que batizou Edwin por causa do nome de dois amigos seus: Edwin Forrest e Thomas Flynn. John Wilkes Booth, que assassinou Lincoln, era o irmão mais novo de Booth e também fez carreira como ator.




Carreira

John Wilkes Booth, Edwin Booth e Junius Booth Jr (da esquerda para a direita) em Julius Caesar, 1864.
Em suas primeiras aparições, Booth geralmente se apresentava ao lado de seu pai, fazendo sua estréia nos palcos como Tressel em Richard III, em Boston, Massachusetts, em 1849. Após a morte de seu pai em 1852, Booth fez uma turnê mundial, visitando a Austrália e o Havaí, e, finalmente, foi aclamado por si próprio durante uma participação em Sacramento, Califórnia, em 1856. Antes de seu irmão assassinar Lincoln, Edwin havia aparecido com seus dois irmãos, John Wilkes e Junius Brutus Booth Jr., em Julius Caesar, 1864. John Wilkes representou Marc Antony, Edwin o Brutus, e Junius representou Cassius. Foi uma apresentação beneficente, e, a única vez em que os três irmãos apareceram juntos no mesmo palco. Os fundos foram utilizados para erigir uma estátua de William Shakespeare, que ainda está no Central Park ao sul de Promenade. Imediatamente depois, Edwin Booth iniciou uma produção de Hamlet no mesmo palco, que ficou conhecida como "hundred nights Hamlet" (Cem Noites Hamlet), estabelecendo um recorde que durou até que John Barrymore quebrasse o recorde em 1922, interpretando o personagem-título em 101 performances. De 1863 a 1867, Booth controlou o Winter Garden Theatre na cidade de Nova York, na maior parte encenando tragédias shakespearianas. Em 1865, ele comprou o Walnut Street Theatre, na Filadélfia. Após John Wilkes Booth assassinar o presidente Lincoln, em Abril de 1865, a má fama associada com o nome “Booth”, levou Edwin a abandonar os palcos por vários meses. Edwin, que já estava brigado com John Wilkes antes do assassinato de Lincoln, repudiou-o ainda mais, recusando-se a ter o nome de John falado dentro de sua própria casa. Ele fez o seu retorno aos palcos no Winter Garden Theatre em Janeiro de 1866, interpretando o papel principal em Hamlet, que acabaria se tornando a sua assinatura.

O Teatro de Booth

Edwin como Iago, cerca de 1870.
Em 1867, um incêndio danificou o Winter Garden Theatre, resultando na posterior demolição do edifício. Depois, Booth construiu seu próprio teatro, uma estrutura elaborada chamada de Booth's Theatre (Teatro de Booth), em Manhattan, que foi inaugurado em 3 de Fevereiro de 1869, com uma produção de Romeu e Julieta, estrelado por Booth como Romeu, e Mary McVicker como Julieta. Produções elaboradas se seguiram, mas o teatro nunca se tornou um empreendimento financeiro rentável ou mesmo estável. O Pânico de 1873 causou a falência final do Teatro de Booth em 1874. Após a falência, Booth saiu em uma outra turnê mundial, e, finalmente, recuperando a sua fortuna.

Mais tarde na vida

Edwin Booth com sua filha Edwina, ca.1864.
Booth foi casado com Mary Devlin de 1860 a 1863, ano em que ela morreu. Eles tiveram uma filha, Edwina, nascida em 9 de Dezembro de 1861, em Londres, Inglaterra. Mais tarde ele se casou novamente com sua parceira de palco Mary McVicker, em 1869, e enviuvou outra vez em 1881. Em 1869, adquiriu o corpo do seu irmão John, depois de escrever várias vezes para o Presidente Andrew Johnson implorando por isso. Johnson finalmente liberou os restos mortais de John, e Edwin teve que sepultá-lo, sem identificação, no jazigo da família no Green Mount Cemetery em Baltimore. Em 1888, Booth fundou o Players' Club, para atores e outros relacionados com as artes, e dedicou a sua casa no Gramercy Park para isto. O seu quarto no Clube foi mantido intocável desde a sua morte. A sua última performance foi, apropriadamente, o seu papel de assinatura como ator, o Hamlet, em 1891, no Brooklyn Academy of Music. Booth morreu em 1893 no Players' Club, e foi sepultado ao lado da sua primeira esposa no Mount Auburn Cemetery em Cambridge, Massachusetts.

O incidente de Robert Todd Lincoln

Robert Todd Lincoln.
Edwin Booth salvou o filho de Abraham Lincoln, Robert, de lesões graves ou até mesmo da morte. O incidente ocorreu em um a plataforma de trem em Jersey City, New Jersey. A data exata deste incidente é incerta, mas acredita-se ter ocorrido no final de 1864 ou início de 1865, pouco antes do irmão de Edwin, John Wilkes Booth, assassinar o Presidente Lincoln. Robert Lincoln recordou o incidente em uma carta de 1909 dirigida à Richard Watson Gilder, editor do The Century Magazine. - O incidente ocorreu quando um grupo de passageiros estavam tarde da noite comprando seus lugares de dormir no vagão do condutor que estava na plataforma da estação, na entrada do vagão. A plataforma era da altura do piso do vagão, e havia, é claro, um espaço entre entre a plataforma e a carroçaria do vagão. Houve alguma aglomeração, e aconteceu de eu ser pressionado por ela contra a carroçaria enquanto esperava minha vez. Nesta situação, o trem começou a se mover, e pelo movimento, eu contorci os meus
Estátua de Edwin Booth, Gramercy Park.
pés, e caí um pouco com os pés para baixo, dentro do espaço aberto, e eu estava particularmente impotente, quando a minha gola do casaco foi vigorosamente agarrada e eu fui rapidamente puxado para cima e para fora para uma posição segura na plataforma. Após me virar para agradecer o meu salvador, eu vi que era Edwin Booth, cujo rosto era, naturalmente, bem conhecido para mim, e eu expressei minha gratidão à ele, e, ao fazer isso, chamei-o pelo nome
. Booth não sabia a identidade do homem cuja vida ele havia salvado até alguns meses depois, quando recebeu uma carta de um amigo, o Coronel Adam Badeau, que era um oficial na equipe do General Ulysses S. Grant. Badeau tinha ouvido a história de Robert Lincoln, que desde então se juntou ao Exército da União e também servia na equipe de Grant. Na carta, Badeau deu seus cumprimentos a Booth pelo ato heróico. O fato dele ter salvo a vida do filho de Abraham Lincoln, dizem ter sido de algum conforto para Edwin Booth após o assassinato do Presidente pelo seu irmão.

Influência na atuação

O estilo de atuação de Edwin era bem diferente da de seu pai. Enquanto o senhor Booth era, como os seus contemporâneos Edmund Kean e William Charles Macready, forte e bombástico, favorecendo personagens como Ricardo III, Edwin representava mais naturalisticamente, com calma, mais pensativo, adequados à papeis como Hamlet.


Dramatizações

Poster original do filme Prince of Players.
Houve uma série de dramatizações da vida de Edwin Booth, tanto nos palcos como nas telas. Uma das mais conhecidas é o filme de 1955, Prince of Players escrito por Moss Hart, vagamente baseado no livro popular de mesmo nome de Eleanor Ruggles. Foi dirigido por Philip Dunn e tinha como estrelas Richard Burton, Raymond Massey, Charles Bickford e Eva Le Gallienne. O filme retrata os acontecimento na vida de Booth em torno do assassinato de Abraham Lincoln pelo seu irmão mais novo, John Wilkes.




Exumação

Túmulo de Edwin Booth.
Num esforço para resolver as persistentes teorias de que John Wilkes havia escapado da captura após ter assassinado o Presidente Lincoln, e, estaria vivendo com um nome falso por muitos anos, descendentes de Edwin Booth pediram permissão, em 2010, para exumar o corpo de Edwin para obter amostras de DNA. Para efeito de comparação, a família esperava obter amostras de DNA de artefatos pertencentes a John Wilkes, como vértebras guardadas no National Museum of Health and Medicine em Maryland.


Assinatura de Edwin Booth

Edwin Thomas Booth

Referências

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.