quinta-feira, 25 de julho de 2013

A História da Indian Motorcycles


1920 Indian Powerplus
Indian é uma marca americana de motocicletas. As motocicletas Indian foram fabricadas de 1901 a 1953 por uma empresa em Springfield, Massachusetts, EUA. Inicialmente era conhecida como Hendee Manufacturing Company, mas foi rebatizada em 1928 com o nome Indian Motorcycle Manufacturing Company. A equipe da fábrica Indian levou os três primeiros lugares no 1911 Isle of Man Tourist Trophy. Durante a década de 1910, a Indian tornou-se a maior fabricante de motocicletas do mundo. Os modelos mais populares da Indian foram as Scout, fabricadas de 1920 a 1946, e a Chief, fabricadas de 1922 a 1953. A Indian Motorcycle Manufacturing Company faliu em 1953. Várias organizações sucessores vêm perpetuando o nome Indian nos anos seguintes, com sucesso limitado. Em 2011, a Polaris Industries comprou a Indian Motorcycles e mudou suas operações da Carolina do Norte para as instalações existentes em Minnesota e Iowa. Uma série de novos modelos serão lançados no final de 2013.

Galeria de fotos

logo

Carl Oscar Hedström com o primeiro protótipo da Indian

Indian 1911

Indian Big Twin - 1915

Indian Twin - 1908

Indian Scouts - policiais, cerca de 1920

Indian - Autostadt Wolfsburg

Indian Scout - 1929

Indian Scout Modelo 741 B 500cc de 1941

Moto Legende - 2009

Indian 741B 501cc 15hp

Indian Scout - 1949









História

Primeiros anos - Hendee e Hedström

G. Hendee em 1904 e sua motocicleta.
A "Indian Motorcycle Co." foi originalmente fundada como “Hendee Manufacturing Company” por George M. Hendee, em 1897, para a fabricação de bicicletas. Estas bicicletas tinham inicialmente como emblemas da marca os nomes “Silver King” (Rei de Prata) e "Silver Queen" (Rainha de Prata), mas o nome de “American Indian” (índios americanos), rapidamente reduzido a simplesmente “Indian” (indiano), foi adotado por Hendee de 1898 em diante porque deu melhor reconhecimento do produto nos mercados de exportação. Carl Oscar Hedström se uniu à Indian em 1900. Ambos, Hendee e Hedström, eram ex-pilotos e fabricantes de bicicletas, e se uniram para produzir uma moto com um motor mono-cilíndrico de 1.75cv em Springfield, cidade natal de Hendee. A motocicleta foi um sucesso e as vendas aumentaram drasticamente durante a década seguinte. Em 1901, um protótipo e duas unidades da Indian Single foram projetadas com sucesso, construídas e testadas. As primeiras motocicletas Indian, apresentando transmissão por corrente e estilo aerodinâmico, foram vendidas ao público em 1902. Em 1903, o co-fundador e engenheiro-chefe da Indian, Oscar Hedström, estabeleceu o recorde de velocidade de motocicleta (56 mph). Em 1904, a empresa introduziu a cor vermelha profunda, que se tornaria a marca registrada da Indian. A produção das motocicletas da Indian, em seguida, ultrapassou 500 bicicletas por ano, chegando a um pico de 32 mil em 1913. Os motores da Indian Single foram construídos pela empresa Aurora, em Illinois, sob licença da Hendee Mfg Co. até 1906.

Galeria de fotos




Indian 841, 757cc

Indian 841


Indian Modelo 403 - 1932

Indian Scout


Veteran Indian

Indian Scout 600cc - 1920


Indian Sport Scout - 1934

Indian Sport Scout - 1939


Indian Ace - 1928

Indian - 1928




O sucesso nas competições

Em 1905, a Indian construiu sua primeira motocicleta de velocidade, a V-twin,
Indian Four 440 - 1940
e, nos anos seguintes fez forte presença em corridas e quebra de recordes. Em 1907 a empresa lançou a primeira versão de passeio
V-twin e uma roadster estilizado do piloto de corrida. A roadster pode ser distinguida das racers pela presença de um sistema de aceleração (twist grip linkages). Um dos pilotos mais famosos da empresa foi Erwin "Cannonball" Baker, que estabeleceu vários recordes de longa distância. Em 1914, ele atravessou toda a América montado numa Indian, de San Diego à Nova York, num recorde de 11 dias, 12 horas e 10 minutos. Baker montou nos anos seguintes uma Powerplus, uma V-twin com válvula lateral, que foi introduzida em 1916. Seus 61ci (1000cc), 42 graus motor V-twin era mais poderoso e mais silencioso do que os anteriores, dando uma velocidade máxima de 60 mph (96 km/h). As Powerplus foram altamente bem-sucedidas, tanto como um roadster e como base para bicicletas de corrida. Ela permaneceu em produção com poucas mudanças até 1924. O sucesso nas competições
Indian Dispatch Tow - 1939
desempenhou um papel importante no rápido crescimento da Indian e estimulou a inovação técnica, também. Um dos melhores resultados iniciais da empresa americana veio na
Isle of Man TT em 1911, quando os pilotos indianos Oliver Cyril Godfrey, Franklin e Moorehouse terminaram em primeiro, segundo e terceiro lugar. A estrela da Indian, Jake DeRosier bateu vários recordes de velocidade tanto na América e em Brooklands, na Inglaterra, e ganhou cerca de 900 corridas em terra batida e pistas ovais compostas de tábuas de madeiras (board track racing). Ele deixou a Indian pela Excelsior (Excelsior-Henderson Motorcycle Company) e morreu em 1913, aos 33 anos, de ferimentos sofridos em um acidente na board track racing com Charles "Fearless" Balke, que mais tarde se tornou piloto top da Indian. Os trabalhos na fábrica da Indian foram suspensos enquanto o cortejo fúnebre de DeRosier passava. Oscar Hedström deixou a Indian em 1913, após desentendimentos com a Mesa de Diretores sobre práticas duvidosas para inflar os valores das ações da empresa. George Hendee renunciou em 1916.

Referências

http://en.wikipedia.org/wiki/Indian_motorcycle




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.